"Mas compreendi que além de dois existem mais"



A excitação dos lábios dava-se com o compasso ritmado de sua língua em minha boca
Penetrava feito liquidificador em meu céu derrubando as estrelas ... 

Da boca o som ecoava embalados entre gemidos e pedidos
As mãos rapidamente dedilhavam sobre a pele em semi-colcheias
Um passo...compasso...descompassado...ritmado...
3/4...2/4...4/4
 
Melodias soam nas veias do peito
Graves e agudos atropelados pelas sonoridades dos corpos
Uma dança pele a pele... suor e calor...
Os agudos marcam o pico do prazer

O remexo do seu corpo no aperto da blusa branca lançou um tiro em meu olhar
Um libido instantâneo atravessou meu pensamento
Mordia suas armas e por um descuido me peguei em traição.  

"Quando eu te escolhi
Para morar junto de mim
Eu quis ser tua alma
Ter seu corpo, tudo enfim
Mas compreendi
Que além de dois existem mais..." R.S./P.C.

2 comentários:

  1. eita boba da peste :O
    excitante! quase sempre fico excitado te lendo, imaginando todas essas cenas/imagens poéticas libidinosas e repletas de intensidades que vão além da carne!

    ResponderExcluir
  2. =)) sempre contente com seus comentários

    ResponderExcluir