Pré-forma ou Sexo, drogas e rock'n roll

Caminho devagar pelos cantos
Espelhos me olham lentamente
Ouço o silêncio nas ruas passando
Vejo arco-íris num círculo branco
Simplesmente assim eu te crio em mim...
Sons, formas, gestos embarcam em mim
Sinto as cordas que vibram
Assim: como uma caixa que soa com o grito da minha voz...
Caço palavras para combinar
Vejo o tempo na linha a passar
Como o trem nas montanhas que fala Raul...
A letra, a música e o meu desejo
Harmonia se abre na escuridão
Ouço cellos, piano baixinho
Os olhos cegos enxergam o sentir
O meu corpo da voltas desalinhando sua forma.

Para o dia da poesia (14 de março) mais um pedaço de mim...
uma forma desalinhada do meu pensamento.

Poesia/Poema para o povo!!!

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Músico é foda mesmo... é uma música esse =)

      Excluir
  2. a forma desalkinhada mais alinhada de se dizer/escrever ...
    belo post Natalhinha :)

    ResponderExcluir